Conheça algumas práticas para gerenciar e obter melhores resultados

O setor da construção civil vem passando por transformações nos últimos anos, graças aos massivos investimentos em tecnologia para aumentar a produtividade. De acordo com o levantamento realizado pelo SindusCon-SP (Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), cerca de 60% dos empresários do setor da construção civil têm planos de investimento em tecnologia nos próximos anos.

Para se atingir a eficiência e aumentar a produtividade, mesmo com as novidades tecnológicas disponíveis, é necessário conhecer algumas práticas que auxiliam os gestores nas melhores tomadas de decisões. Adriana Bombassaro, diretora de produtos da empresa de TI e negócios de Blumenau (SC), sugere cinco dicas de como transformar a produtividade dos negócios com as novas tecnologias.

1. Faça um planejamento colaborativo:

Pensar em cada detalhe ao iniciar uma obra é de extrema importância. Para que a empresa não seja pega de surpresa e lide com problemas bastante desagradáveis como falta de produtos e prazos apertados, toda essa gestão envolve uma análise completa de orçamento, perspectivas, programação, controle financeiro, fornecedores e o gerenciamento da obra.

Nesta fase, existem soluções tecnológicas que permitam a colaboração dos fluxos de trabalho. Essas novidades possibilitam interações e revisões de um projeto, por exemplo, ajudando a reduzir erros e limitando a possibilidade de retrabalho.

2. Aposte no uso de softwares em todas as fases da obra:

Na área da construção civil, existem diversos tipos de softwares para diversos setores, não se limitando apenas à aplicação em projetos. O Mobuss Construção, por exemplo, é uma solução para oferecer maior eficiência na gestão de todas as etapas do processo construtivo, com módulos que permitem, além da gestão de projetos, apontamentos diários, registros, segurança, qualidade, vistoria, assistência técnica, entre outros.

3. Comunicação mais eficiente:

A falta de comunicação pode ocasionar diversos problemas na gestão de obras, como atrasos e paralisações. Para solucionar esse problema, existem aplicativos específicos de monitoramento e comunicação.

Adriana cita como exemplo A R. Franco Engenharia, empresa especializada em construção e reformas de obras industriais e comerciais, que adotou um sistema de comunicação eficiente. A solução adotada, controlada por dispositivos móveis, permite o registro das atividades diretamente do canteiro de obras, sem a necessidade de conexão via web. Essa gestão online possibilitou também à empresa a redução em 100% do uso de papel nas obras e padronizou processos para um controle eficaz na organização de dados.

4. Organize seu tempo:

A falta de organização é um problema que afeta diretamente a produtividade dos negócios, fazendo com que muito tempo seja perdido em atividades desnecessárias.

Definir prazos para a execução e fazer o acompanhamento das atividades de perto, permite a economia de tempo, reduz o número de erros e o desperdício de materiais.

5. Gestão de informações:

Ter um sistema eletrônico que facilita o acesso às informações sobre o número de horas trabalhadas, produção de equipamentos e de mão de obra é essencial para garantir uma gestão eficaz. Esse gerenciamento traz benefícios como maior controle dos processos, redução de custos e aumento da produtividade. O uso da ferramenta certa identifica e quantifica as atividades realizadas e controla o processo produtivo como um todo, melhorando o uso dos recursos e trazendo uma série de vantagens.

É fato que os engenheiros devem quebrar seus próprios paradigmas e buscar soluções pertinentes para os seus trabalhos, utilizando das melhores tecnologias disponíveis. Isso exige, no entanto, uma capacitação constante e atualização frequentes sobre as melhores opções que se adequam à realidade.